Como deve ser a escovação e a importância da troca de escova

Como posso cuidar da minha escova dental?

Para preservar a sua escova dental e a sua saúde, certifique-se de deixá-la secar completamente entre um uso e outro. As escovas podem ser meios de cultura para germes, fungos e bactérias, que depois de um tempo podem se multiplicar em níveis significantes. Depois de usar a escova, agite-a vigorosamente sob água corrente e guarde-a em pé, de forma que possa secar.

Continue lendo “Como deve ser a escovação e a importância da troca de escova”

Mitos e dúvidas do tratamento odontológico na gravidez

O ideal é que a mulher antes de engravidar, se possível, passe por um exame físico detalhado, inclusive um exame clínico da cavidade oral. Assim o dentista realizaria todo o tratamento dentário antes da gravidez.

– A gestante pode tratar os dentes durante a gravidez? É seguro?
Sim. Desde o início da gestação, a futura mamãe deve procurar o dentista para orientação preventiva. Durante a gravidez, se houver necessidade de algum tratamento, ele pode e deve ser realizado, pois as infecções e cáries não tratadas podem prejudicar sua saúde e a de seu bebê. A melhor época para tal é o segundo trimestre da gravidez (entre o 4º e o 6º mês), pois a gestante se encontra num período de maior estabilidade. O cirurgião-dentista está apto a cuidar bem, sempre atento às condições físicas e psicológicas da paciente e, se necessário, entra em contato com o médico da mesma.

Continue lendo “Mitos e dúvidas do tratamento odontológico na gravidez”

Crianças devem evitar doces até os dois anos

Refrigerante, bala, chocolate e bolo são os lanches preferidos da maioria das crianças. Contudo, eles podem se tornar vilões para a saúde bucal e física quando consumidos em excesso e sem fazer a devida limpeza oral. Por isso, em algumas partes do Brasil, como Minas Gerais e o Distrito Federal, já existe uma lei que proíbe a venda de doces, salgadinhos e refrigerantes nas cantinas das escolas.

Continue lendo “Crianças devem evitar doces até os dois anos”

Infecção dentária ou abscesso dentário

Nós da OdontoBase sabemos que muitas pessoas sentem dores nos dentes, porém não sabem que pode ser uma infecção dentária.
Afinal, o que é essa infecção dentária ou abscesso dentário?

É um acúmulo de pus no dente ou gengiva devido a uma infecção bacteriana. Ele pode ocorrer em diferentes regiões do dente por razões diferentes. Um abcesso periapical ocorre na ponta da raiz dentária, enquanto que um periodontal ocorre nas gengivas junto à raiz de um dente.

Continue lendo “Infecção dentária ou abscesso dentário”

Consequência da perda de dentes e como evitá-las

A ausência de dentes não causa danos apenas estéticos e emocionais, mas também funcionais, com perda óssea, redução da capacidade de mastigação, de absorção de nutrientes, aparecimento de doenças, problemas de oclusão (mordida) e inúmeros outros danos dentários, musculares e articulares.

• Desajustes na mordida e problemas na mastigação – Isso acontece porque nosso corpo está em constante adaptação. Quando um dente é perdido, toda a estrutura bucal começa um processo para compensar essa falta. Inicia-se uma movimentação espontânea dos demais dentes na tentativa de equilibrar a arcada dentária, que já não conta mais com a mesma estrutura. Esse processo muitas vezes resulta em má oclusão, que é um desajuste na mordida. Os dentes se deslocam e prejudicam o sistema mastigatório como um todo, afetando, consequentemente, a absorção natural de nutrientes por meio dos alimentos. Dependendo da quantidade de dentes perdidos, é natural que a pessoa evite determinados alimentos pela dificuldade na mastigação, o que agrava as consequências para a saúde do corpo como um todo.

Continue lendo “Consequência da perda de dentes e como evitá-las”

Chupeta entorta os dentes, mamadeira dá cárie: mitos e verdades sobre saúde oral infantil

Existem muitos mitos em torno do tema saúde bucal, mas o assunto é mais preocupante quando se trata de como cuidar dos dentes da criançada. Isso porque um erro nessa fase da vida pode significar problemas futuros. Por isso, para não restar dúvidas, professoras de odontopediatria – área da odontologia que cuida de crianças – esclareceram questões sobre o tema para garantir um sorriso saudável aos pequenos.

Continue lendo “Chupeta entorta os dentes, mamadeira dá cárie: mitos e verdades sobre saúde oral infantil”

9 Dicas para quem tem dentes sensíveis

Tem gente capaz de mover um automóvel apenas puxando uma corda com os dentes. Outras, em compensação, sentem dor ao tomar um simples café passado na hora ou provar um sorvete. São pessoas que têm dentes sensíveis e acabam convivendo com a dor e suas limitações por não saber que o problema é tratável.

Pacientes descrevem a dor como se fosse um choque. Alguns são sensíveis ao calor e ao frio. Os mais sensíveis sentem incômodo até mesmo quando escovam os dentes ou usam o fio dental.

Continue lendo “9 Dicas para quem tem dentes sensíveis”

O que fazer (e não fazer) para ter um bom pós-operatório

– Morder uma gaze: é comum os dentistas encerrarem a cirurgia pedindo ao paciente morder forte uma gaze enrolada como uma trouxinha e instruir a morder outra caso haja muito sangramento, já que a compressão no local faz com que pare de sangrar. Contudo, trocar várias vezes esta trouxinha causa o contrário, já que a gaze remove o coágulo formado no lugar, isto é, como a boca é um ambiente úmido não forma a “casquinha” na ferida e sim aquele “sangue pisado”. Se tirar, sangra de novo.

Continue lendo “O que fazer (e não fazer) para ter um bom pós-operatório”